quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Recapitulando.

Desde que você nasceu, foi quando voltei a ler. E a escrever.
Voltei a cantar. E rindo, desafinar. Reaprendi a cozinhar. Mas ainda não reaprendi a me organizar.
Por você aprendi a cuidar de bebê. Amamentar, dar banho, limpar umbigo.Passei a acordar de madrugada. Dormir sentada. Acordar de sobressalto. E por falar nisso, dificilmente agora uso salto.
Depois que você nasceu tudo o mais me aconteceu.
Fiz novas amizades. Mudei minha linguagem. Meus hábitos, minha disponibiliade para caminhar. Voltei a guiar. Primeiro o seu carro, agora o nosso.
Aprendi a realmente me preocupar. E de tanto me ocupar, foi que finalmente entendi o que é descansar.
Aprendi a orar diferente. Clamar e chorar. Interceder e crer. E crendo, viver.
Redescobri o encanto das coisas simples. Do mato, da flor, da árvore, das pedrinhas, da areia. Lembrei do cheiro, da textura, das cores e do sabor. Tudo que era velho rejuvenesceu com você.
Depois que você nasceu eu me recriei. Me reinventei e mesmo assim, tem muito mais em mim para se transformar.
Desde que me tornei mãe, ando um tanto quanto emotiva.

Um comentário:

Juliana FPL disse...

Que lindo, Pri! Hoje me identifico totalmente!